Mary Poppins e Nanny McPhee

Oi, gente! o propósito desse post era indicar um filme incrível que, por acaso, está em cartaz (Walt nos bastidores de Mary Poppins). Porém, mudei de ideia e decidi falar sobre a tal Mary Poppins e uma outra conhecida de todos nós, Nanny McPhee. Adoro os desenhos e afins da Disney, e, pelo contrário de muitos, não acho que sejam “coisa de criança”.

Mary Poppins 

photo1_146

Mary Poppins é uma adaptação cinematográfica do livro homônimo da escritora australiana P. L. Travers. Mary é uma babá ~que usa uma capa e um guarda-chuva mágico~ contratada pela família  Banks, constituída por Winifred Banks e seu marido, George Banks, um banqueiro frio e distante de seus filhos, Jane e Michael. Mary Poppins (Julie Andrews ) e Bert (Dick Van Dyke), seu amigo, mudam completamente a vida da família. O longa se passa em Londres em 1910.

Em Londres, no ano de 2004, foi estreado um musical baseado na trama. Dois anos depois, em 2006, o musical já estava na Broadway e ficou em cartaz até 2010.

Nanny McPhee

00nplg

Pode-se dizer que Nanny McPhee é a Mary Poppins do século XXI. O filme foi lançado no Reino Unido em 2005 (veio para o Brasil e para os EUA em 2006) e é estrelado por Emma Thompson e Colin Firth. Cedric Brown é um viúvo, trabalha numa funerária, tem 7 filhos e tem um imenso histórico de babás contratadas que não ficaram por muito tempo com a família. Sem saber mais o que fazer com as crianças e prestes a perder a ajuda financeira da tia de sua falecida esposa, Cedric resolve contratar Nanny Mcphee, apesar de não saber onde encontrá-la. Numa noite, a babá aparece “de supetão” e promete fazer com que as crianças malcriadas entrem na linha.

Walt nos bastidores de Mary Poppins 

Walt-nos-Bastidores-de-Mary-Poppins-Poster-nacional

Walt Disney (Tom Hanks) queria adaptar a incrível história de P. L. Travers (vivida por Emma Thompson) desde 1940, quando uma de suas filhas lhe contou que amava o livro. Porém, a teimosa escritora australiana não estava nem um pouco interessada em vender seus direitos para um homem que, provavelmente, tornaria sua bela história em mais um “desenho bobo”. Depois de muitos esforços, a escritora aceita a proposta de Walt e impõe várias condições como “produzir um filme com personagens humanos”. O filme conta o que está por trás do clássico e sugere que personagens como a própria Poppins ou a família Banks, foram baseados em pais e parentes de Pamela Travers.

Essas foram minhas recomendações de hoje, pessoal. Espero que gostem tanto quanto eu!

Beijos, Maria.

Twitter ♥ Instagram

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s